sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Onde está a Direita?




Olá amigos e inimigos leitores


O post abaixo revela definitivametne minha posição política, se é que alguém tinha alguma dúvida dela. E a partir de hoje entro na militância, mesmo sem partido, por hora.


Vamos começando a sofrer as primeiras consequências da eleição de Dilma Rousseff. Já pipocam novos ministérios, nomes bonitos para programas sociais, tudo para apaziguar os ânimos dos aliados que receberam
promessas de benefícios em troca do apoio na campanha presidencial. E um dos primeiros assuntos desta socialista de primeira linha é a abertura à volta da CPMF. Bonitinho, né?

Vamos sofrer mais por que as alianças espúrias da esquerda brasileiras resultam somente em libertinagem, patrocinada por setores cujos interesses servem somente aos próprios umbigos, e aos dos seus assemelhados. 

Vamos sofrer por que os cristãos se preocuparam mais com suas doutrinas do que com o resultado prático de sua alienação social. Aborto foi sim, um tema importante, mas a politização dos cristãos ainda depende muito dos seus pastores, se é que estes têm realmente algum interesse em ver o seu rebanho com mais conhecimento de causa. 

O Brasil parece ter virado de vez à uma direção sem volta. A campanha da oposição foi pífia, sem nenhuma estrutura que apresentasse risco aos planos governistas. Não houve um movimento que, sequer, botasse medo na imensa e monstruosa máquina de fazer votos de Lula e do PMDB. O comunista engraçadinho virou celebridade e deve estar cobrando uma boa grana agora por palestras marxistas. Por todos os lugares que olhamos só enxergamos os ideais da esquerda prevalecendo. Mas quem disse que a esquerda é a parte boa?

Che Guevara. Guerrilheiro argentino tido como herói pela esquerda, em seu momento mais útil.


A esquerda é uma ilusão criada para sustentar uma idéia de que alguém faz algo pelos pobres. Programas sociais que camuflam a imensa estrutura que domina a máquina do poder, colocando em todos os seus pontos vitais pessoas fiéis às suas idéias.  Programas assistencialistas e nocivos que geram mais comodismo, oneram a arrecadação, e em nada mudam o pensamento corrupto instalado nos corredores da Democracia. 

A esquerda ficou famosa ao ser assim chamada quando alguns jovens, comandados por experientes guerrilheiros latinoamericanos lutaram contra a Ditadura Militar, que ficou equivocadamente conhecida como Direita. Assim, a palavra causa arrepios nos brasileiros, pois pensam que um regime de Direita, ou Conservador, seria a volta de uma ditadura militar. Ledo engano, pois Hugo Chavez é de esquerda, e qual o regime na Venezuela? Democracia?  A República Democrática Popular da Coréia é realmente Democrática? 

Clique aqui e veja que bela imagem homenageando a Coréia Popular, do site Vermelho, claro.

A Igreja Católica, erradamente aposta suas fichas na esquerda, através de uma militância que acredita estar ajudando necessitados, e acaba por ser uma colaboradora exímia deste plano de poder. Nestas eleições, algumas vozes se levantaram a respeito das questões do aborto, mas ninguém falou nada a respeito da esquerda, mesmo por que os quatro principais candidatos, eram de esquerda. Isso é um país plural e com diversidade de escolha? 

E lá vamos nós, para mais quatro anos de propaganda e enganação da esquerda brasileira. Favorecendo minorias que se dizem injustiçadas, movimentos sociais corruptos e tudo isso com um imenso sorriso no rosto.  Afinal, dinheiro e poder eles já têm. Falta só a sua alma. Boa sorte.

Jamais me calarei @allanlpereira

Nenhum comentário: