quarta-feira, 1 de julho de 2015

Zico Merece Ser Banido do Futebol

Este foi  o título de um texto que li, há muitos anos, numa revista Placar, escrito por Washington Olivetto. Na ocasião,  advento da despedida do Galinho, o publicitário mais publicitário do Brasil fez um primoroso texto (para ver como é um texto marcante, eu lembro até hoje) onde acusava Zico de todo tipo de sacanagem, como aproveitar-se do avantajado aspecto do seu joelho para atacar covardemente os frágeis pés dos zagueiros adversários. No final da série de acusações, ele termina o texto explicitando que Zico era um fenômeno fabricado pela mídia e pelos laboratórios do Flamengo. E pergunta: "Não dá para fabricar mais uns dez jogadores como esse?". 
De lá pra cá, as fábricas de jogadores só cresceram, se modernizaram, e se aliaram muito mais à mídia.  E com absoluta certeza, ainda não fabricamos dez craques que se possam comparar com Zico, seja no futebol, jogado dentro das quatro linhas, ou fora delas, como pessoa pública e cidadão do esporte. 
A CBF, Gilmar Rinaldi e Dunga podem se juntar que jamais oferecerão o conteúdo de um Zico para o Brasil.  E  é por isso  que 7 a 1 foi pouco, e tomara que venham outros. 

imagem: sourubronegro.com.br 


2 comentários:

Daniel Carraro disse...

Uffa... que susto! Isso aí, Zico não é deste mundo. Ele pode falar o que quiser, eu assino embaixo sem ler.

Allan Pereira disse...

kkkk com certeza Carraro!