domingo, 23 de agosto de 2015

Brasil, Um País de Insensíveis.

A última chacina conhecida por nós, como é de se esperar, rendeu um sem número de indignações virtuais na terra do triplo "W".  Não levarei em consideração as redes sociais por motivos óbvios. Mas no site da BBC uma matéria em particular me chamou a atenção: é uma entrevista com Sérgio Adorno, sociólogo que afirma que estamos anestesiados moralmente, e que não somos solidários no sofrimento. 
O sociólogo tem razão, perdemos a sensibilidade.  Mas podemos considerar, além do que está enumerado na entrevista, que não somente a polícia é a algoz dos nossos sentimentos e emoções. Atrás de uma polícia corrupta e justiceira, há também um Estado populista, que engorda seu rebanho eleitoral, afirmando ajudar gente pobre, mesmo que essa ajuda seja às custas dos impostos dos outros, enriquecendo seus líderes. 

O pobre negro que precisa de ajuda morre, na mão da polícia, por que o Estado insiste em tentar consertar as aglomerações urbanas com programinhas sociais tapa-buracos e no final, não há sentimento que aguente tráfico, milícias, contrabando e gente honesta sendo torturada todos os dias pelo sistema.  

Quem diria? No final somos o país do Carnaval, da Alegria, e do Samba, mas com corações de pedra. 

Sejam livres. 

foto: BBC Brasil 


Nenhum comentário: